Áreas de paisagismo nas empresas melhoram a produtividade dos funcionários

Sua equipe está motivada?
26/03/2018
Como melhorar o controle de qualidade nas indústrias de automóveis brasileiras
17/04/2018

O desequilíbrio do planeta se confunde com a história do homem, onde este acabou desarmonizando o meio pela sua ação sobre a natureza, comprometendo os seus recursos, degradando habitats importantes que viabilizavam a harmonia entre a biodiversidade natural e a humanidade. Essa ação, além de reduzir o espaço verde, resultou em “florestas de concreto”: um alto número de construções, paredes acinzentadas e um espaço físico frio, neutro, cheio de cimento, tijolos, tinta e ar condicionados, dentro de locais encarpetados.

No entanto, nos últimos anos, iniciou-se uma “reconciliação” entre o homem e a natureza. A importância das áreas verdes nos ambientes urbanos/ empresariais e do paisagismo começou a ser fortemente discutida, inicialmente na década de 50, como uma solução de implantar e ampliar áreas ecológicas através de gramados e jardins e, depois, mais recentemente, tem colaborado para a melhoria da qualidade de vida do homem, deixando agradável o ambiente onde se vive e trabalha.

A humanização e otimização do sítio corporativo começou a ser, então, a tônica nesse meio, incorporando ambientes verdes e de lazer como algo crucial. Porque, se formos pensar, passa-se mais tempo em escritórios e em computadores alocados em mesas postas em frente a paredes, do que ao ar livre. Temos mais contato com o ar condicionado do que com o ar natural. E isso gera também resultados no corpo – como o aumento das alergias, das infecções de vias aéreas, entre outros – e na psique – depressões, apatia, rotina condicionante – aumentando o número de afastamentos e diminuindo o fator produtivo e a satisfação de ambas as partes.

Atualmente, há diversas soluções disponíveis para transformar recintos corporativos em áreas mais agradáveis e em contato com a natureza: locais de lazer, com vasto uso de plantas e paredes verticais verdes, assim como a redução dos incômodos sonoros no sentido de aliviar o stress do trabalho, são essenciais e boas opções iniciais. Em países de primeiro mundo o paisagismo empresarial tem sua importância plenamente reconhecida e amplamente estruturada. Sendo assim, apresentamos algumas vantagens de implantar um paisagismo empresarial de qualidade:

  • Aumento do bem estar das pessoas e, consequentemente, da produtividade;
  • Melhoria na imagem geral da empresa e no valor do imóvel;
  • Melhoria na qualidade do ar e aumento da umidade relativa;
  • Isolante térmico e acústico no caso de telhados verdes e jardins verticais;
  • Contribuição ao meio ambiente.

É importante estarmos abertos para mudarmos conceitos e procedimentos de conservação dentro das áreas empresariais, perpetuando ao máximo a paisagem natural em pequenos jardins ou aumentando os espaços verdes e de lazer através de planejamentos paisagísticos que contribuam para esse fim. Além de melhorarem o ambiente, tais práticas colaboram com o bem estar de todos os envolvidos. É iniciar o “agir” para melhorar o fator de equilíbrio entre o homem e o meio ambiente, assim como o homem e o meio corporativo.

Comentários

comentarios

Contato